gsto.jpg

Vantagens na Gestão e Homologação de Fornecedores

Toda empresa tem como foco o sucesso, que nada mais é do que alcançar seus objetivos num prazo estabelecido de tempo. Para isso se dedicam a cuidar de suas finanças, trabalham seus canais de comunicação com clientes e procuram sempre melhor aperfeiçoar seus recursos humanos e processos internos. Estes quatro aspectos: finanças, clientes, pessoas e processos são muito importantes, mas talvez estejamos negligenciando um quinto: Fornecedores.

Fornecedores são tão importantes como os quatro processos principais. Quando falham, impactam no bem mais valioso de sua empresa: a percepção de Qualidade de seu cliente.

Na outra ponta, quando estes mantem um padrão de fornecimento elevado, esta confiança é transmitida da mesma forma. As duas situações irão impactar diretamente à última linha de seus resultados: o lucro.

Com certeza, neste ponto você irá se perguntar: De onde posso iniciar a gestão de meus fornecedores?

Uma sugestão é inicialmente definir o critério do que é essencial à Segurança de Alimentos na sua matéria prima. Conhecer o principal (ou os principais) perigo irá ajudar em muito a estabelecer as primeiras barreiras de entrada contra eventuais problemas.

Conhecer estes perigos irá contribuir para o processo de aprovação técnica, agilizar a aprovação de futuras matérias-primas e na busca de alternativas. Rapidez e agilidade na sua homologação de fornecedores significam melhores oportunidades de ganhos financeiros.

Na sequência destas etapas, considere avaliar o desempenho coletivo de seus fornecedores. Avaliar este desempenho significa mais do que avaliar pontualmente cada entrega, cada lote, cada oportunidade de contato.

Avaliar o desempenho coletivo significa observar dentro de um período de tempo como meu fornecedor se saiu: nos últimos três meses, manteve sua pontualidade na entrega?

Nos últimos seis meses o produto apresentou alguma falha em minha linha de produção? Ou tive que realizar alguma devolução do produto neste ano?

Todos nós recebemos dezenas ou até centenas de lotes diferentes por ano de cada fornecedor, agrupar e analisar o desempenho pode fazer a diferença na nossa gestão de fornecedores.

Estas três ferramentas: definição de criticidade, aprovação técnica e avaliação de desempenho de fornecedores, são algumas das boas práticas que podemos adotar para melhor gerir nosso negócio e contribuir para aumento do retorno financeiro da nossa empresa.  Além disso, uma boa gestão de fornecedores empodera nosso parceiro e o torna forte na medida em que corrige eventuais desvios.

Autor: Gabriel Silva

Dafné DidierVantagens na Gestão e Homologação de Fornecedores
Share this post

Deixe seu comentário